O estresse na profissão professor

17 set

Identificando e combatendo o estresse no professor

Equipe Brasil escola

O estresse, juntamente com as dores musculares, tem sido o responsável pelo exagerado número de professores que se afastam da sala de aula.Segundo pesquisa realizada pelo Ibope, no ano de 2007, ficou constatado que a grande maioria dos professores sofre de estresse, em especial os profissionais da rede pública.

Essa questão é tão preocupante que somente em São Paulo, que é considerada a maior rede do país, com cerca de 250 mil professores, há registros de que ocorrem 30 mil faltas por dia. No ano de 2006, as licenças médicas foram em torno de 140 mil, sendo que o período de afastamento teve duração média de 33 dias.[…]

Além disso, contribuir para que o professor possa exercer sua profissão como fonte de realização e prazer, evitando prejuízos financeiros para o país e tendo condições de oferecer uma boa aula.

FAÇA O TESTE DE ESTRESSE (clicando aqui)

Assista ao vídeo:

[videolog 381235]

http://videolog.uol.com.br/video

As principais causas do estresse na sala de aula:

• Reação a uma situação inesperada;

• Excesso de tempo em sala;

• Falta de tempo para planejar, descansar, ter momentos de lazer;

• Desvalorização profissional;

•Ausência de apoio institucional;

• Falta de apoio da família, dos alunos, entre outros.

Principais sintomas do estresse no organismo

•Aumento da pressão arterial;

• Falta de concentração;

• Dor de cabeça;

• Nervosismo;

• Insônia;

• Alergia;

• Isolamento;

• Memória fraca;

• Irritação;

• Ansiedade;

• Tique nervoso;

• Desmotivação;

• Diminuição dos glóbulos vermelhos;

• Indigestão;

• Queda de cabelo;

• Taquicardia;

• Ganho ou perda de peso;

Atitudes que favorecem a eliminação do estresse na sala de aula

• Reserve um tempo para estudar e planejar;

• Busque reunir-se com colegas, não esquecendo dos momentos de lazer;

• Evite lecionar com carga horária extensa;

• Pratique exercícios físicos;

• Descanse mais;

• Leia e assista filmes;

• Faça caminhada;

• Prefira reduzir as despesas ao invés de dobrar a carga horária;

• Dedique à formação continuada, contribuindo para um melhor preparo diante das adversidades, conseqüentemente estará mais seguro na sala de aula;

• Exija melhores condições de trabalho;

• Participe da construção do currículo e do projeto político pedagógico da escola;

• Aproxime a família da escola;

• Busque uma boa convivência com os alunos;

• Valorize e busque o trabalho em equipe;

• Caso seja necessário, busque acompanhamento psicológico.

Lembre-se, o aluno tem o direito de receber uma aula de qualidade, mas para que isto ocorra o professor deve estar com uma boa saúde física e mental para que tenha condições de oferecer uma aula satisfatória.

Por Elen Campos Caiado

Graduada em Fonoaudiologia e Pedagogia

Equipe Brasil Escola

3 Respostas to “O estresse na profissão professor”

  1. george lucas setembro 20, 2010 às 11:56 pm #

    É,a profissão de professor é muito mesmo estressante, alunos que se esforção para aprender e outros que não.
    Muito bom seu texto
    PARABÉNS…!!!!!!!!!!!

  2. Vaildes setembro 29, 2010 às 5:47 pm #

    Olá profª Sheila! Muito interessante seu blog, é até dificil escolher uma só postagem para comentar pq todas são importantes e bem elaboradas. Parabéns pelo blog!

    • sheilaluiza setembro 30, 2010 às 1:50 pm #

      Olá, Obrigada. E o estresse por exemplo está entre todas as profississões , inclusive a profissão professor está entre as mais estressantes.Abc

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: